"Nós colhemos o que plantamos, se queremos um mundo melhor, precisamos ser pessoas melhores"

14 fevereiro 2012

Minha Singer



Eu tenho uma avó que é costureira desde muito nova, ela fazia vestidos de noivas (que sonho).
Na nossa família, minha avó toda prendada (faz tricô, Croche, costura, borda, é cabelereira) só teve uma filha que era muito arteira, mas minha tia mas parece um homem do que uma mulher tamanha sua intimidade com trabalhos manuais e meu pai e meus 3 tios não puxaram em nada as habilidades da minha avó a danada.
Eu sou a 1ª Neta da minha avó, e AMAVA ir ao seu salão de máquinas para cortar tecidos, costurar, pregar botões e principalmente ficar ouvindo as histórias da minha avó querida, a costura sempre nos aproximou e muito.
Eu fui a única neta durante 11 anos e a única que se identificava com as habilidades manuais da matriarca da família, eu amava uma máquina pretinha bem gasta que ficava no fundo do comodo, eu aprendi costurar nela.
Cresci, me apaixonei, casei, e ganhei da minha avó o melhor presente uma Singer, a minha preferida, linda e muito funcional, além de ter o maior visual.
Fiz muitas almofadas, colchas, panos de pratos, barras de calças e muitas outras coisas, afinal havia acabado de casar e queria uma casa de abafar.

Depois de anos de casamento descobri um presente melhor.
Não tive dúvidas tirei a minha máquina do canto e me pus a costurar, tudo com muito carinho, para essa nova vida alegar, fiz tudo desde uma coberta quentinha, até um porta fraldas bem fofo, esperando meu maior tesouro, minha avó super especialista me ajudou muito, me deu muitas ideias.


Eu não vivo de costurar, não costuro para viver, mas sempre que olho aquela máquina de costura me lembro que ela ajudou a sustentar meu pai, que ajudou a fazer minha família e mesmo não vivendo da costura, a costura está presente em minha vida, e hoje uma coisa que foi mega importante para a minha avó, hoje é o meu maior hobby e eu amo!!!!!!!!!!
E por conta da costura, minha filha uma fofura, dorme sempre bem quentinha, com a sua cobertinha.
E a Dona Malvina? Continua firme forte seguindo seu ofício com muito carinho.
Obrigada Malvina por você eu cresci sabendo que é mais importante dar amor do que receber, e que as coisas feitas com amor são muito mais bonitas. 
Te amo minha avó!!!!!!!!!




6 comentários:

  1. Que lindo! Acho que vou herdar uma dessas em breve rss... Eu só preciso visitar minha mãe que mora mui longe...

    Assim que der, vou mesmo.

    Lindo tudo que você fez, principalmente a Sophia! hehehe

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olha que bonito esse amor por sua vo' :D
    bj

    ResponderExcluir
  3. Olá, adorei o blog e já estou te seguindo!
    Venha conhecer o meu cantinho tb ... ;)

    bj bj

    ResponderExcluir
  4. Que delícia de post! Voltei agora para a minha infância, quando via minha avó costurar e criar muitas coisas com uma máquina igualzinha a essa! A máquina hoje está na casa da minha mãe e para nós ficaram apenas as lembranças, já que minha avó hoje tem Alzheimer e sequer lembra da gente..snif!

    Nunca tive muito jeito para essas coisas e sinto que podia ter me esforçado um pouco e tentado aprender, mas nunca é tarde, né?rs

    Você é muito prendada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. oi Vam, passei pra visar que tive que mudar o blog.
    bjs
    http://ednafernandesamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir

enlouqueço ainda mais com comentários.....