"Nós colhemos o que plantamos, se queremos um mundo melhor, precisamos ser pessoas melhores"

11 novembro 2015

Pobre Fazendo pobrice!
DUVIDO ALGUÉM SENDO MAIS POBRE

Doa-se

Hoje em dia todo mundo fala em doação......
Todo mundo Doa...
Cada pessoa doa aquilo que tem.
Alguns doam ódio, rancor, raiva, mágoas, intolerância, preconceito, e tristezas.
O que você escolhe doar é uma opção sua, mas por incrível que pareça, quando doamos recebemos de volta tudo em dobro do que se deu.
Então cabe a  cada pessoa escolher de forma consciente o que se doa.
Se você doa seu tempo para ficar com quem se ama, você terá companhia, se você doa felicidade e sorrisos sempre terá felicidade e sorrisos.
O mundo é bom o que estraga os mundo são as pessoas que não se doam, ou doam coisas negativas, escolha doar o bem e terá um mundo muito melhor.
Crie seus filhos doando para eles uma coisa que não custa dinheiro, uma coisa chamada Amor.
Amor é tempo, é dedicação, é alegria, é puxar a orelha (mas sem arrancar), é dar beijo, dar cheiro, fazer aquilo que eles mais gostam de comer, é ensinar a respeitar o próximo.
Se doamos coisas boas, as energias positivas do mundo são atraídas para nós.
Ser negativa, ou positivo é uma questão de opção.
Doa-se
Aqui temos sorrisos sinceros, felicidade plena, amor de montão, e uma porção de chocolate.... ahhhh chocolate por que é impossível viver sem chocolate!

04 junho 2015

Fazendo barulho por aí!

Um dia uma menina de cachinhos dourados e outra de olhos apertados quiseram fazer sapateado.
Eu mãe maluca que sou resolvi cair nessa onda!!!!
E descobri que sapato é afinado.
E que faz barulho pra Caramba.
Junte uma professora muito boa, uns amigos bem legais, algumas crianças, uma professora de ballet, uma de jazz e uma maluca com Déficit de Atenção Ambidestra, o que acontece???
Todo mundo faz shuffle e a maluca faz Step, todos começam com a direita e ela com a esquerda.
Como diz uma outra professora tão maluca quanto a maluca, estou sempre em busca de uma participação especial, afinal pessoas especiais são sempre especiais.
E assim sigo tentando entender como é que faz para mexer os braços e as pernas ao mesmo tempo, ou pior em tempo sincronizado.
O tempo é uma coisa realmente engraçada, quando criança nunca imaginaria sair dançando por ai, muito menos sapateando, não que tivesse medo de público, ou algo assim, mas porque sempre me fizeram acreditar que eu tinha a coordenação motora de um manco tentando entender onde estava a outra perna, e com os olhos vendados e sendo guiada por um cego.
Sabe que nesses 2 anos de ballet, sim 2 anos de ballet, eu descobri que a venda foi tirada e que tenho duas pernas, elas ainda não sabem andar de forma sincronizada, mas em 4 anos, vocês vão ver não vou parecer uma manca.
E o sapateado?
Nunca mais eu vou parar, porque ninguém nunca esquece o 1º Shuffle.

03 junho 2015

Diz que ama Deus, que tem Jesus no coração e se ofende com a propaganda? O nome disso não é amor é homofobia com fundamento religioso!

A Sociedade deve aprender, que respeitar não significa tornar-se igual ao outro, não é porque tenho uma amiga irmã que é lésbica que viro lésbica, não é porque tenho um primo gay que sou gay.
A propaganda do Boticário, ao meu ver foi muito feliz, ela mostra que existe amor independente de sexo, religião, cor ou qualquer outra coisa.
O mundo anda muito intolerante.
Em nome de Deus as pessoas estão se tornando Hitler e buscando cada vez mais uma raça de ariano, todos lindos, loiros e héteros.
No Oriente Médio, vemos um mundo devastado por culpa da religião, da intolerância, do desrespeito ao próximo.
Em nome do Santíssimo, de Jesus, de todos os outros Deuses, algumas pessoas se sentem superiores aos outros, entendam, somos todos a mesma merda, somos feitos de carne, osso e alguns realmente são superiores, pois aprenderam a usar uma ferramenta muito importante que temos em nosso corpo e se chama "Cérebro", esses serem superiores que pensam, sabem respeitar a opinião, a opção, a religião e principalmente a vida do outro.
O princípio de uma vida melhor não é ser hétero, nem ser cristão, nem ser branco, nem negro, nem nada dessa ladainha, o princípio da vida é ser você mesmo e respeitar o próximo, é falar com o outro com o mesmo respeito que queria ser tratado.
Eu exclui algumas pessoas da minha vida, algumas que eu julgava ser legal, ser amiga, ser descente, pois em nome de um Deus que dizem ser Amor, feriu, ofendeu e criticou. Em nome de um Deus praticou a homofobia, praticou no afã de preservar a família.
EU defendo a família, família só de mãe, só de pai, só de pais, só de mães, de pais e mães, de avós, de tios, de amigos, de pessoas e animais.
Eu defendo a família, porque família segundo o dicionário é:

1 Conjunto de todos os parentes de uma pessoa, e, principalmente, dos que moram com ela.
2 Conjunto formado pelos pais e pelos filhos.
3 Conjunto formado por duas pessoas ligadas pelo casamento e pelos seus eventuais descendentes.
4 Conjunto de pessoas que têm um ancestral comum.
5 Conjunto de pessoas que vivem na mesma casa.
6 Raça, estirpe.

Família não é um homem, uma mulher e os filhos, família é composta de gente.......

Não ando assistindo essa nova novela, mas acho uma coisa surreal a proporção gerada pelo beijo da Fernanda Montenegro e a desatenção ao prefeito da cidade pequena que é defensor da moral e dos bons costumes, que não suporta relações homoafetivas, mas desvia dinheiro público e tem amante.
Conheço alguns religiosos que são casados na igreja sob os auspícios de Deus, que juram ser fiéis e todo o bla bla bla, e na primeira oportunidade traem suas esposas e seus maridos.
O nome disso não é família tradicional que precisa ser defendida, o nome disso é hipocrisia barata, disfarçada de religião.
Parabéns ao BOTICÁRIO.......
Pois o dia dos namorados serve pra celebrar o amor, independente de religião, de sexo ou qualquer coisa.
Amor é amor e não tem forma......

16 março 2015

O Lado Negro da Força!

Não eu não estou falando de “guerra nas estrelas”, estou falando do lado negro que cada pessoa carrega dentro de si, não somos bons em tempo integral e nem somos ruins da mesma forma.
As vezes deixamos o nosso lado negro agir, somos engolidos pela nossa própria rotina, transformando nosso eu em uma coisa muito ruim, pensamentos ruins, comida ruim, comportamento ruim.
Muitas vezes envoltas pelos Iphones, Ipads e tantas outras tecnologias, esquecemos que somos todos animais, lutando diariamente pela sobrevivência, onde o mais forte sempre sobrevive, mas quem é o mais forte? Aquele que passa por cima da sua presa sem se preocupar com os ossos quebrados ou aquele que olha pra presa e pensa no que pode acontecer com os ossos quebrados?
Depende do dia, tem dias que uma pessoa a menos em nosso caminho é como uma dádiva.
Mas como não se deixar sucumbir pelo Lado Negro?
Eu realmente não sei, sei que em alguns dias o lado negro amanhece aflorado para me lembrar que sou um animal e que preciso de sangue.
Normalmente sou como a lebre esperando ser engolida pelo Leão, dando conselho de como superar seus desafios diários, e tudo mais, mas assim como todos tenho os meus dias de leão em que não quero ver nada além de sangue, além de uma boa lebre fresca.
Então ao refletir sobre lebres e leões prefiro ser sempre a lebre, mais sábia, mais calma, mais pé no chão, que sabe que poderá ser devorada pelo leão a qualquer momento, mas que sabe que terá ao seu lado todos as outras lebres e que juntos somos mais fortes que o leão. Juntos tornamos o leão em um gatinho a espera de seu leite.
Os instintos animais servem pra trazer medo, medo de morrer, o que não é ruim, mas também não é bom.
A resposta das pessoas para não se deixar sucumbir ao Lado Negro é sempre a Fé, e a Fé essa é um instrumento poderoso, é como um sabre de luz, pronto para ser usado em caso de escuridão.
Mas o que seria da Luz se não houvesse escuridão? O que seria do bem se não fosse o mal? Não existiria nada.
Como diria o Lulu “não existiria som se não houvesse o silêncio”.
Então dias assim, com falta de luz servem pra nos mostrar tudo o que brilha tem mais valor do que o que não brilha, mas ambos só coexistes juntos, um não seria nada sem o outro.
Somos todos feitos de metades, umas ruins e outras boas.

Muitos irão dizer que isso é tudo balela, tudo frescura de quem não tem o que dizer, mas o que digo está muito além de poucas frases, está aqui e ai dentro de cada um. Tem certas coisas que eu não sei dizer!

09 fevereiro 2015

A Rita leena e eu!

Meu último post foi sobre o tempo, de como eu já fui mais legal e blá blá blá......
Eu andava chata precisando de algo que nem sabia o que era.
Queria continuar a ser a Ovelha Negra da Família!
Eis que resolvi tratar de forma real minha Déficit de Atenção, e conheci a Rita Lee (minha droga legalizada preferida, quem não conhece é Ritalina), muitas pessoas dizem que a pobre Ritinha, está matando o futuro, retirando do povo sua criatividade e blá blá blá, pra mim a Rita, funcionou e tão bem que nem sei como vivi tanto tempo sem ela.
Antes eu fazia a lista do que precisava fazer e não fazia, chegava na metade da lista me distraía com uma flor, um pássaro, uma música, uma coisa qualquer, até uma aranha subindo a parede, e Plim como num passe de mágica eu estava pesquisando algo sobre o que eu acabara de ver, o que me causava frustração e mal conseguia fazer nada e corria pra fazer o que era preciso.
Isso foi me tirando o sono (não tinha mais tempo), me tirando a paz (não tinha mais sono), me tirando a saúde (não tinha mais almoço saudável), me tirando os sorrisos (já viu o que acontece quando a pessoa não come direito?), me tirando a vida e por consequência toda a veia criativa que corre em meu corpo.
Resolvi que estava depressiva (sim resolvi), procurei uma psiquiatra contei pra elas meus lamentos e mostrei uma lista infinita de coisas que deixei de fazer. Pensei que ela fosse um tipo de fada madrinha dos contos de fada e que iria resolver todos os meus problemas com apenas um "plim", boba com 29 anos (to mentindo a idade faz um tempo e não sei mais quantos anos tenho), eu não sabia que isso era mentira.
Passei por várias consultas, conversei, falei, chorei, resmunguei e depois de algumas idas a médica me receitou alguns remédios, e os tarja pretas, seguíamos bem, porém eu continuava sem conseguir me concentrar verdadeiramente em nada e depois de alguns meses reclamando, a Médica linda tudo de bom me receitou um remédio pra Déficit de atenção (doença séria, que possuo desde criança, nunca tratada de forma eficaz), aaaaaahhh Rita Leena, mudou minha vida em apenas 10 dias, passei a me concentrar, passei a me respeitar, passei a seguir as listas, e lógico a ser mais criativa, simmmmm mais criativa, a Ritinha, me ajuda a pensar, me ajudar a falar e me ajuda a desenhar.
Não estou dizendo pra vocês saírem da frente do computador e correr pra farmácia, eu acho que devemos buscar ajuda para tudo que nos aflige, eu sofri durante muito tempo, e hoje não quero mais sofrer, não quero ficar refém de coisas sem importância.
Eu busquei ajuda, busquei tratamento e hoje sou mais tranquila com o mundo que cerca e agora posso continuar sendo a Ovelha Negra da família e seguir em frente, sendo diferente, sendo eu mesma, rindo da desgraça alheia, rindo da graça própria e da desgraça também!
Decidi que não estava depressiva só estava mal compreendida dentro dos meus próprios pensamentos.
A Rita Leena me deu uma coisa que não possuía Disciplina!!!!!!!