"Nós colhemos o que plantamos, se queremos um mundo melhor, precisamos ser pessoas melhores"

28 fevereiro 2011

Um mês 26/01

Há um mês atrás eu não sabia o que me esperava.

Eu sempre quis ser mãe, mas tinha minhas prioridades como carreira, casa, marido, etc. etc. e etc. depois lá longe vinha a maternidade, ela nunca foi minha prioridade, me achava completa, independente.
Hoje após um mês que estou com minha filha aqui nos braços minhas prioridades são outras e a principal delas tem cerca de 3 kg.

Eu antes achava que era completa, que podia fazer e ser tudo o que quisesse, que podia jogar tudo para o alto e começar de novo, que minha vida era ótima que nada mais podia ficar melhor, eu me sentia a dona do mundo como se tudo fosse possível, e só era mais um engano.
Hoje sim minha vida é completa e realmente feliz, tenho uma família.
Antes me preocupava em sair sempre com a roupa sem nenhuma manchinha, sem estar molhada, hoje até tento, mas quando vou ver estou suja de leite. Passei a ser uma mamadeira de quase 1,60m.
Antes eu dormia 6 horas e achava muito pouco, hoje quando durmo 4 horas seguidas me sinto no céu.
Antes eu pegava os filhos dos meus amigos e quando eles começavam a chorar os devolvia, hoje não posso fazer isso.
Antes eu comia meu almoço quente e de uma única vez, hoje como ele aos poucos e muitas vezes frio.
Antes eu pegava meu carro e ia onde bem entendia com o som bem alto, no transito pensava na vida, cantava, sem ter que parar, hoje não posso ir á todos os locais e nem a qualquer hora, o som está bem baixo, tenho que parar sempre e no transito fico olhando para os olhos mais lindos do mundo.
Antes trocava fraldas por esporte, hoje sou campeã nisso, faço até dormindo.
Antes pensava só em mim e nas minhas prioridades, hoje eu nem lembro qual foi a última vez que parei para pensar só em mim.
Antes eu podia beber vodka sem me preocupar, hoje evito até o leite.
Antes não pensava na hora de dormir, hoje só quero dormir na hora.
Antes aos finais de semana acordava tarde tomava café as vezes e almoçava qualquer coisa, hoje os finais de semana não são sinônimo de dormir mais e as refeições devem ser na hora.
Quem lê deve pensar nossa a vida antes era melhor!
Mas na verdade trocaria a vida inteira de antes por apenas um dia de hoje.
Hoje sou completa.
Hoje choro quando não consigo resolver uma dor.
Hoje sou dependente de outras pessoas.
Hoje sou mãe.
A Sophia mudou minha vida, minhas prioridades, minha alimentação, meu sono, minha relação com o André, como os meus pais, com meus parentes, com minha profissão, com minha casa e tudo ficou muito melhor.
Há um mês eu estava no hospital ansiosa pela chegada da Sophia, com medo da cirurgia, da anestesia, dos remédios, hoje parece que nem passei por isso.
Minha filha parabéns, obrigado pelo melhor mês da minha vida.

3 comentários:

  1. Amei o que escreveu! concordo com tudo....
    E.... COMO ELA ESTÁ LINDAAAAAA.... QUE TESOURO!

    ResponderExcluir
  2. Perfeitoooooooo!
    vocês são lindas!

    Roberta
    http://www.estamosjuntoseoqueimporta.blogspot.com/

    ResponderExcluir

enlouqueço ainda mais com comentários.....