"Nós colhemos o que plantamos, se queremos um mundo melhor, precisamos ser pessoas melhores"

02 abril 2012

Bisavô Doente!

É Filha seu Bisavô está doente, ele está doente há 15 anos, com parkinson.....
Mas, desde que ele fez 81 anos a situação piorou e muito.
Ele cai muito, e semana passada ele caiu e se machucou.
No dia seguinte foi internado, por conta da queda e então descobriram que ele teve um AVC (acidente vascular cerebral), ele continua internado.
Espero que você tenha boas lembranças dele, que sempre foi tão carinhoso com você, ele te chama de piquititica e você o chama carinhosamente de Tatata.
Ele é uma pessoa além de seu tempo, é muito inteligente, e já pensava em ser sustentável quando isso não era moda. Ele inventou uma máquina de fazer tijolos com restos de material de construção, e os tijolos são de excelente qualidade, ele construiu uma casa com restos (pedaços de tijolos, restos de cimentos, entulho em geral). Ele foi e é pra mim uma pessoa muito importante, ele é super leitor, ele me deu várias dicas de livros, me ensinou a AMAR a leitura.
Junto com a Bisa Malvina eles me ensinaram que existe sim amor duradouro e bonito, até hoje eles estão casados e juntos, e na maior parte do tempo felizes.
Sabe filha, felicidade não é eterna, mas quando temos ao nosso lado pessoas de bom coração, pessoas boas de verdade os momentos de felicidades são maiores.
Eu sinto falta do meu avô bom, que me fazia rir, que quis me ver vestida de noiva, que quis ir á minha formatura, que foi um exemplo de bom homem pra mim e pra nossa família.
Eu sinto falta do riso frouxo, da boca suja (sim, porque ele fala palavrão pra caramba), sinto falta do seu cheiro de creme, sinto falta das tardes que levei ele na fisioterapia, sinto falta das tardes conversando, sinto falta das tardes de compras, sinto falta do meu avô.
Hoje ele está no hospital recebendo alimentação por uma sonda, quase não fala, não anda, e está muito mal.
Eu estou rezando para que ele sofra o menos possível.
Não sei como vou ensinar você que as vezes não temos a presença física das pessoas, mas elas são e foram tão importantes na nossa vida que sentiremos a presença delas o tempo todo.
Com a piora do estado do "tatata", eu pensei que quase não lembro do meu bisavô e ele partiu quando eu tinha 3 anos.
E com isso decidi que sempre que possível eu vou falar do vovô pra você, assim as lembranças boas não vão embora.
Espero que ele saia logo do hospital se isso for o melhor para ele, e espero ainda que você possa conviver muito com ele.

Um comentário:

  1. Lindas palavras....
    me emocionei muito, pois eu tinha uma "avô" ( morou durante 10 anos com minha avó) e ele era tão carinhoso, compreensivo, e muito mais, pena que ele não esta entre nós...Se fosse vivo e conheceria o João Pedro, seria um bisavó mais babão que eu conheceria....
    Desejo melhoras do fundo do meu coração ao seu avô..
    Bjaum

    ResponderExcluir

enlouqueço ainda mais com comentários.....